pe-lanza-sangrando-depois-da-pedrada

A que ponto chega a autoafirmação: sobre a pedrada no Pe Lanza

A necessidade de autoafirmação não é um mal dos dias de hoje. Desde os primórdios o ser humano vem fazendo coisas grandiosas para se satisfazer, sentir-se bem com si próprio.
Pessoas que possuem uma grande necessidade de se imporem a algo que tem atenção. Desejam sempre estar em destaque, ser o centro das atenções, recebendo a aprovação de todos.

Muita gente chega a desfazer de outras pessoas, pessoas em boas posições sociais, para se sentir melhor. Na adolescência essa necessidade é recorrente, o problema é quando adultos continuam com atitudes do tipo.
Um grande exemplo atual é o tal do MC Espeto, que não foi muito bem no programa Qual É O Seu Talento?, do SBT, mas conseguiu um pouco de fama, e usou isso para fazer críticas infantis a artistas famosos através do Twitter. O MC fez hashtags como “#pelanzatemxoxota”, “#fiukcomeupelanza” e “#bieberdeuorabo” chegarem aos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil.

O problema é quando a violência física é usada, como o que aconteceu com o Pe Lanza, vocalista da banda Restart, em um show em Rio das Ostras, estado do Rio. Veja o vídeo abaixo:

É de espantar que haja pessoas que sintam a real necessidade de cometer um ato violento, desprezível, para se sentirem melhores. Lamentável.

Um pensamento sobre “A que ponto chega a autoafirmação: sobre a pedrada no Pe Lanza

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s